Grupo Arcturiano: A evolução é a jornada de todo indivíduo para aprender a realidade de quem e o que eles são

Queridos, sejam bem-vindos à nossa mensagem. Muitos de vocês se acham confusos, deprimidos e até entretidos pela sensação de querer desistir e ir para casa. Sim, desista, mas deixe de lutar, resistir e temer ilusões tridimensionais. Criações antigas, falsas e obsoletas são sustentadas pela energia da crença em sua realidade.

Não estamos dizendo para enfiar a cabeça na areia ou fingir que está tudo bem enquanto gritamos; “Deus é tudo” na presença de algum desastre, pois isso seria fingir um estado de consciência ainda não atingido. No absoluto, tudo é perfeito, mas a maioria ainda não atingiu esse nível de consciência.

Estamos dizendo que chegou a hora de aceitar seriamente que uma realidade espiritual está subjacente a todas as aparências externas porque nada mais existe. Você não pode fazer algo do nada. Tudo no mundo físico, tanto o bom quanto o ruim, é uma interpretação mental da realidade espiritual subjacente.

A mente é uma avenida de consciência que extrai suas interpretações do estado de consciência do indivíduo ou coletivo. À medida que a humanidade evolui, a cena externa também evolui automaticamente. Todo mundo é um criador, independentemente do nível atingido de consciência espiritual, porque a essência principal de todos é a Consciência Divina.

A boa humanidade não é mais real do que a má humanidade. Portanto, não se alegre demais ou se arrependa das aparências externas, pois ambos são conceitos ilusórios de uma realidade maior. Saiba que boas aparências não têm nada de bom em si mesmas, mas representam uma realidade mais profunda. Busque a realidade que está se expressando como boa. O buquê de rosas não é bom por si só, mas representa vida, beleza, perfeição, carinho, amor.

As aparências que refletem a dualidade e a separação não têm lei para apoiá-las ou mantê-las além da energia pela qual elas são alimentadas pela crença. É hora de parar de alimentá-los com energias de medo, resistência, apego, negação, etc. Você está se preparando por toda a vida e agora está pronto para fazer o que precisar ser feito pessoalmente ou globalmente, a partir dos níveis mais elevados de consciência que alcançou.

Alguns de vocês estão descobrindo novas idéias para arte ou ciência. As freqüências mais altas da Luz que agora fluem para a Terra estão permitindo que muitos indivíduos acessem novamente o conhecimento e as habilidades que foram forçados a adquirir há muito tempo, quando a energia da Terra se tornou densa demais para sustentá-los. Os curandeiros, especialmente, estão começando a se lembrar de idéias e técnicas que envolvem cores, sons, óleos, cristais e muito mais que eles mesmos já usaram em templos antigos de beleza e cura.

Queremos falar em permitir. Muitos de vocês leram livros e ouviram canais ensinando-os a amar tudo o que é uma verdade muito alta e ressonante. No entanto, tentar fazer isso resultou em confusão e consternação para muitos que simplesmente não conseguem entender como amar as experiências negativas que eles e os outros tiveram ou estão passando atualmente.

O coletivo tridimensional contém idéias muito restritas do que constitui amor. Todos vocês foram programados ao longo de muitas vidas para pensar no amor como uma emoção envolvendo alguém ou pessoas, lugares, coisas etc. Essa definição limitadora de amor ainda ressoa na consciência dos mais evoluídos espiritualmente, tornando impossível amar tudo o que surge e criando um dilema para o sério aluno da verdade.

Mude a frase “ame o que surgir” para “permitir o que surgir”. Quando você permite o que quer que surja do seu nível mais alto de consciência espiritual, está amando o que quer que surja. Ver, entender e aceitar algo de um nível de conhecimento da verdade subjacente à aparência é amor, porque você está alinhado com a realidade – unidade

Deus tem e nunca pode se expressar como dor e sofrimento ou falta e limitação por essas coisas que não estão incorporadas na Consciência Divina. Tentativas de amar algo estritamente do senso humano de amor
é muito limitante porque ignora a realidade mais profunda.

As experiências indesejadas geralmente aparecem quando você está pronto para mudar para um nível espiritual novo e superior, porque expõe alguma crença antiga com a qual você ainda está alinhado e que não abordaria de outra maneira. Permitir remove o fardo de lutar para amar algo que você não gosta.

Permitir é aceitar o que surgir do seu mais alto nível de consciência espiritual. Você descobrirá que os problemas que afetam você, outras pessoas ou o mundo começam a assumir um papel menos tóxico em sua vida. Muitas dessas experiências são facetas do processo de ascensão necessárias para a evolução espiritual da humanidade em geral, que em algum momento começarão a se perguntar se existe uma maneira melhor de viver.

Você continuará vendo e interagindo com eventos negativos, mas quando você “permite” de uma perspectiva mais elevada, não está se alinhando com eles como faz ao tentar amar no sentido humano, alguma pessoa negativa, lugar, evento ou coisa.

Vocês estão se movendo para novos níveis de Ser, aprendendo a descansar em seu Ser Divino, em vez de permitir que os pensamentos, preocupações e conceitos da terceira dimensão dominem. Isso é confiança. Não é uma confiança cega em alguma pessoa, poder ou Deus desconhecido no céu, mas uma confiança que flui de uma realização consciente de sua unidade com a Fonte.

Você realmente não pode permitir até que possa realmente confiar, e você realmente não pode confiar até que você possa pelo menos de alguma forma aceitar a verdade sobre o que você está confiando – que a divindade auto-sustentada e auto-mantida está totalmente presente e é capaz de funcionar através de você quando reconhecida e integrado como sua consciência. Confiar em algo menor é confiar nos conceitos com pés de barro.

A evolução é a jornada de todo indivíduo para aprender a realidade de quem e o que eles são. É aceitar que Deus está se expressando na e como toda coisa viva, porque é a única vida. Está percebendo isso; “Eu não preciso mais continuar procurando, pesquisando, implorando, orando e oferecendo sacrifícios pelo que sempre esteve totalmente presente no interior”.

Que “Eu Sou o que Sou” se torne seu mantra, seu canto do coração e resposta a tudo o que você testemunha nesses tempos turbulentos de energias mutáveis.

Seja o que você é, agora. Chega de procrastinação, está na hora e você está preparado e pronto.

Somos o Grupo Arcturiano – 17/11/19

Mensagem canalizada por Marilyn Raffaele

Categorias: Mensagens

Tagged as: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.